Fome Come: Yakissoba Facinho em 2 receitas

27 de junho de 2017

Reprodução: Insta @disseocorvo
Comenta que nem gente aqui ou vai levar block e o comentário é apagado #pas

Olár humanos. Olha só quem está vindo tirar os morcegos do blog? Perdoem-me o sumiço todo porque retomei minhas atividades como confeiteira e empreguete da minha mãe e o tempo encurtou. Teve dedo do bloqueio criativo e da procrastinação também. Não, não é frescura já que os posts aqui no Disse o Corvo funcionam diferente. Como não faço resenha de produto de beleza e tampouco falo de moda, EU PRECISO DA MINHA CRIATIVIDADE PARA CRIAR CONTEÚDO. Quem é movido ao processo criativo sabe como um bloqueio atrapalha na hora de montar alguma coisa. E não me venham com esse papinho de ser igual aos outros porque isso me irrita mais que o termo gótico suave — porque essa caralha bagaça não existe.
Ser igual aos outros nunca esteve na minha essência, a primeira impressão que muitos tem é que sou estranhamente esquisita, então normalidade não é meu forte, certo? E por que diabos seria diferente com meu blog? A ideia do Disse o Corvo é e sempre será a liberdade em ser o que é, é soltar os segredos mais profundos, é mostrar que o bizarro pode ser bonito se olhado com carinho, é poder falar o que fica guardado lá no fundo sem parecer banal. Não quero "cópias". Quem fala que bloqueio criativo é drama pode substituir essas palavras esdruxulas por calarem a boca para não piorarem a situação, por exemplo.
Anyway, como anda gostosamente frio aqui em Sampa resolvi tirar a raba bunda da cama e ir fazer algo para comer já não posso ficar usando iFood pelo resto da vida. O jeito foi sair da minha cripta? Foi, sad but true. Mesmo não sendo amante de legumes e afins, tô sendo obrigada a comer isso por motivos de saúde, ainda mais agora que prometi que ia mudar meus hábitos alimentares em 2017. Nada melhor que yakissoba nessas horas. Claro que tem mil e um jeito de fazer esse prato milenar mas brasileiro que é brasileiro gosta de misturar tudo então aqui vai ter carne humana com frango e até os que dá para fazer com miojo então aquietem o fogo porque é hoje que os Zé Preguiça da vida irão aprender a fazer essa delicinha.

ESCUTE ENQUANTO COZINHA


Escutem essa song porque raras são as vezes que o Tutu Holopainen deixa o Marco fazer solo na banda.

RECEITA 01 — PARA OS EXIGENTES


Sabe quando estamos naquela folga boa em casa e bate uma fome descomunal que parece que nosso viking interior recém chegado de saques em igrejas e aldeias despertou? Tudo o que queremos é comer até, se possível, desmaiar, certo? Essa receita aqui é recomendada para quando estiverem com mais pessoas em casa porque além de divertida de fazer, é um pouquinho mais trabalhosa. Tem o gosto original das que comemos nos sushibares da vida. Vão por mim, euzinha descendente de japa cresci vendo minha parentela fazendo esse pecado aí.

O QUE PRECISA


  • 300 g de espaguete ou macarrão próprio para yakissoba;
  • 1 cebola grande picadinha;
  • 1 colher (sopa) de óleo de girassol ou azeite; (eu usei azeite)
  • 1 ramo pequeno de brócolis;
  • 1 ramo pequeno de couve-flor;
  • 2 folhas de acelga cortadas;
  • 10 colheres (sopa) de molho shoyu;
  • 400 g de contra filé cortado em tiras;
  • 200g de frango cortado em tiras também;
  • 1 cenoura cortada em rodelas;
  • 250 ml ou 3 xícaras (chá) e meia de água;
  • 2 colheres (sopa) de amido de milho, dissolvido em 50 ml ou 1/3 de água;
  • Meio caldo Kinnor, sabor a sua escolha (opcional, caso faça a carne e o frango do jeito cozido);
  • Sal a gosto

COMO FAZER


1. Cozinhe o macarrão em ponto al dente — sempre quis falar isso —, aquele que fica gostoso ao mastigar sabe? E deixem-no de lado (mas prometam que irão voltar);
2. Vamos arrumar as carnes né então em outra panela, coloquem o azeite junto com cebola, a carne humana, o frango e refogue bem, ou cozinhe, vai da preferência de vocês. O que importa é a carne NÃO ficar crua;
3. Hora do molho. Adicionem o molho shoyu e cozinhe por 3 minutos em fogo médio; coloquem as 3 xícaras e meia de água para ferver, com as 2 colheres cheias de amido de milho já dissolvida, meio caldo kinnor e o shoyu (se tiverem saquê, coloquem 2 colheres junto). Quando der uma leve engrossada, tenham paciência e controlem essa fome nórdica aí senão Odin não vai deixar ninguém entrar em Valhalla, abaixem o fogo e adicionem, finalmente, a couve-flor junto com o brócolis e a cenoura, agora é só cozinhar os legumes;
4. Olhem a sujeira na cozinha antes que a mãe de vocês apareça senão vai dar treta;
5. Cozinhem por mais uns minutos para que os legumes fiquem no ponto e coloquem, por último, a acelga cortada e o macarrão que estava de lado lamentando a partida de vocês;
6. Misturem bem, vejam se o sal está ok e tampem a panela por mais 1 minuto só pra ficar com vaporzinho de mestre japonês digno de uma espada Hattori Hanzo;
7. ATAQUEM SEM DÓ.

RECEITA 02 — PARA OS ZÉ PREGUIÇA


Essa é bem mais rápida que a de cima e só precisa mesmo ter verdura feat hortaliça em casa então né, vamos levantar a raba bunda do sofá porque fome não espera. Diferente da primeira, fica parecendo aqueles Cup Noodles com tudo junto e misturado, recomendado para quando estamos com pressa em comer porém queremos algo saboroso.

O QUE PRECISA:


  •  4 pacotes de miojo do tipo Talharim;
  • 4 dentes de alho picados;
  • 1 colher (chá) de curry em pó;
  • 1/2 colher (chá) de pimenta-do-reino (opcional);
  • 1/2 colher (chá) de sal;
  • 250 g de peito de frango cortado em pedaços;
  • 1/4 xícara de molho shoyu;
  • 4 cubos picados de legumes diferentes: cenoura, repolho, acelga, vagem, cebola, pimentão;
  • 6 talos de couve-flor;
  • 6 talinhos de brócolis picados;
  • Óleo (ou azeite) para refogar.

COMO FAZER


1. Juntem o alho com a pimenta, o sal e o cury para temperar o frango e depois aguarde 10 minutos;
2. Numa frigideira com o fogo médio, coloquem todos os legumes, se quiser, coloque os temperos dos saquinhos do talharim, para deixar tudo molinho;
3. Coloquem os pedaços de frango para fritar até que fiquem douradinhos, depois juntem com o molho shoyu e cozinhem em fogo baixo até dar uma leve encorpada;
4. Cozinhem o macarrão talharim do jeito que pede no pacotinho, deixe escorrer e RAPIDAMENTE transfira a massa para a panela com os legumes e o frango para misturar todos os sabores;
5. Ataquem sem dó mas antes vão limpar a cozinha.


Modéstia parte, sempre que trago meus amigos aqui em casa trato de fazer esse mimo para eles porque não quero que saiam falando que na residência dos Sawa não tinha comida, quero que saiam passando mal a ponto de cochilar depois de comer, haha. É isso gente, nos raros momentos que tenho coragem de sair da minha cripta que não seja por livre e espontânea pressão, arrisco dizer que me acabo com yakissoba porque né, a vida é curta demais para comer mal. Façam essa delícia divina, não irão se arrepender. Sugiro assistam LA CUEVA, nada como um found footage claustrofóbico para começar a semana. Um beijo e um queijo.


10 comentários:

  1. Olá Priscila, tudo bem?
    Tirar morcegos do blog? Falando nisso preciso tirar morcego, casa de aranha, erva daninha e sei lá mais o quê do meu também. Olha, eu gosto mais de ler blogs que não falam apenas de maquiagem e moda. Sim, para quem não fala disso, precisa da própria criatividade e arrancar ela das profundezas da alma. Bloqueio criativo é normal, não é drama, é ruim sim, não sei como me livrar disso, talvez assistindo ou lendo algo que eu admire muito.
    Sim, o bizarro pode ser bonito, porque coisas normais dão tédioo, por isso adoro Disse o Corvo, as receitas, as indicações de filmes, o terror, o gore! Tenho impressão de já ter ouvido essa canção, mas não lembro. kkk
    Chega de enrolação, vamos a receita, vida de empreguete, véspera de madame. Ashaushausa. Acho que vou usar a segunda receita, porque esse al dente já me deixou perdida e eu sou uma preguiçosa, me pergunto como vou aprender a cozinhar. Gostei bastante por ter alho e pimenta *~* se eu não conseguir fazer vou mostrar a receita de yakissoba para minha irmã. :v Sério, acho que vou ter dificuldade até na segunda receita, mesmo sendo com miojo. Mas as receitas parecem deliciosas e minha irmã vai ter que quebrar esse galho para mim. :v
    Primeira a comentar, uhul!

    ResponderExcluir
  2. Priscila as duas receitas são ótimas, é bem práticas e até fáceis de fazer gosto de conhecer receitas assim fáceis que não dê muito trabalho. Você me ajudou com as receitas, essa segunda receita é pra mim, eu tenho uma preguiça de cozinhar, os ingredientes da receita é bem simples, dá pra eu fazer, comer uma comida diferente as vezes é bom. Priscila bjs.

    ResponderExcluir
  3. Oi Priscila ,
    Parece ser ótimo vou confessar que nunca comi comida japonesa ou chinesa eu tenho uma certa frescura para comer mais me pareceu muito bom e fácil para faze gostei muito linda parabéns muito sucesso para você linda seu blog está ótimo

    ResponderExcluir
  4. Oiii!
    A comida parece ser muito boa, mas não sou muito de legumes, prefiro mais carne kkkk!
    Gostei imenso do seu texto de abertura, me faz lembrar de mim kkkk!
    Segui o seu blogue, se puder passar lá no meu é www.curio-so.blogspot.com
    Beijinhos de Portugal 😘😘

    ResponderExcluir
  5. Amo yakissoba, mas até agora não sabia fazer, até agora [rsrs]. Adorei as receitss. Não vi grande dificuldade na primeira, na realidade vi complexidade nenhuma. Mas essa "para os zé preguiças", estou rindo até agora dessa expressão. Adorei as receitas e o seu tom. Sua sinceridade nas palavras. Agradeço a receitita, bexitus! : )

    ResponderExcluir
  6. Bom dia, como vai? Nossa que post maravilhoso esse pois eu amo ler essas dicas de receitas ainda mais quando se trata de duas versões, eu achei incrivel, mas confesso que sou da que faz a mais preguiçosa mesmo. rsrs. beijos

    ResponderExcluir
  7. Felizmente você postou pq olha eu só posso bater palmas pra esse post! Você sempre traz um ótimo conteúdo pra gente e por mim eu espero sempre pra ver um post teu independente de qualquer coisa! Infelizmente bloqueio criativo acontece mesmo =\ mas não nos abandone plis! a gente espera o tempo que for. Você pegou no meu ponto fraco, eu sou FASCINADA por yakissoba! Eu amo demais, mas sempre pedia ou comia fora porque eu não sabia fazer. Até hoje com você me salvando! Aprendi a comer legumes comendo yakissoba viu e é bom demais! Macarrão al dente eu AMOOO! Que bacana a parte do amido! Não tinha ideia que era isso que usavam para engrossar o molho. Amei conhecer mais. Acabei de comer mas já me deu a maior fome noss, quero muito um belo yakissoba pra comer! Acho que alguém farei amanhã com a receita do Disse o Corvo viu :P eu sou preguiçosa, mas se tratando de comida vale a pena usar o macarrão mais encorpado mesmo né não. Que show! Muito lindo de colocar as duas receitas pra gente, to aqui babando. Obrigada pelo ótimo post

    ResponderExcluir
  8. Oi Priscila, tudo bem?

    Mulher, como sempre você arrasa nos post, que são muito bem produzidos e muito bem escritos, simplesmente um arraso. Eu sou o tipo de pessoa que faz apenas o básico na cozinha e não tem muito conhecimento aprofundado, mas fiquei bem curiosa pra testar essa receita de yakissoba, pois parece muito fácil e bem saborosa. Confesso que como sou preguiçosa (só um pouquinho) a segunda receita chamou mais a minha atenção, pois parece mais simples de ser elaborada. Já conhecia a dica de usar amido para engrossar caldos, simplesmente amei. Que você possa trazer mais posts fáceis para matar a minha fome rapidamente haha

    Beijos!

    ResponderExcluir
  9. Como não sou fã de peixe (juro que acho que sou o único), yakissoba foi a primeira delícia que do japão que me apaixonei. A primeira vez que experimentei foi justamente em sp. É realmente uma ótima pedida nesse tempinho frio e as receitas são fáceis. Com certeza vou experimentar, sei que vai rolar bagunça com os detalhes, mas acho que sairá algo legal. Quanto ao blog, continue sendo única, isso que faz valer à pena. O mundo já é cheio de pessoas sem originalidade.

    ResponderExcluir
  10. Sei exatamente como é isso...por mais que eu faça comentários de produtos que eu use ou um livro que eu leia, costumo ir além la no blog e me bate de vez em usando um bloc horrível....mas fique firme que haja volta hahaha. Adorei a receita...amo esse yakisoba e se pudesse comia todos Santo dia. Bjs NaniMoreira.com.br

    ResponderExcluir

1. Espalhem amor, e não ofendam.
2. Digam ao Zane Holtz que eu tenho interesse.
3. Ler a postagem toda antes de comentar não mata ninguém e valoriza o trabalho de quem criou.
4. Deixem seus bróguinhos para eu visitar.
5. Aos spamzentos: vão fazer spam num tabuleiro Ouija, obrigada.
6. Assistam Black Sails. ♥